12 de agosto de 2016

Aprenda a reconhecer o amor.




   Aprenda a reconhecer o amor. O amor não é algo que se coloca em uma caixinha, não existe uma fórmula para dizer como se deve amar. Não se pode dizer qual é o jeito certo de amar. Ele pode estar em pequenos gestos, em atitudes, em grandes demonstrações ou em pequenas frases corriqueiras. Ele pode estar no cuidado, no carinho, na preocupação, na ligação, na mensagem de texto ou naquela única palavra dita. Pode ser tudo junto, pode ser uma coisa só.

   Maturidade não é mudar para amar o outro como ele deseja. É aceitar um ao outro da forma como ele é, com a sua própria linguagem de amor. É saber ouvir quando o outro disser "eu te amo", mesmo que não seja com palavras. 

   Pare de tentar colocar regras no amor. Quem disse que, se ele não ligou, quer dizer que ele não se importa? E quem disse que ele precisa ser o homem mais romântico do mundo? O romantismo dele pode ser diferente. 

   Claro, fazer algo para agradar o outro de vez em quando é muito legal. O problema é que nós nos acostumamos com essas atitudes e colocamos um fardo pesado de que ele precisa ser assim. Essa não é a pessoa com quem você está e ele pode até mudar por um tempo, mas não será pra sempre. E nós ficamos infelizes porque idealizamos um amor que nunca receberemos.

   Não queira ser amado da maneira que você quer. Queira ser amado de verdade. Você pode escolher ser feliz reconhecendo o amor de quem está com você. Seja leve, seja você. Aprender a conviver um com o outro é o segredo de prosseguir. Conhecer as falhas e as qualidades e saber exaltá-las além dos defeitos. Esses todo mundo tem, a maneira como você os vê é que faz a diferença.

   Entenda. Procure. Reconheça onde está o amor. Vale a pena lutar por ele, acredite. 

"O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal. Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 1 Coríntios 13:4-7"



11 de agosto de 2016

Destino: Joinville - SC



      Nesse período do ano, mais precisamente em julho, Joinville fica tomada por bailarinos e faz realmente jus ao nome "Cidade da Dança". É que esse é o período que acontece o tradicional Festival de Dança, já na sua 34ª edição. Vem bailarino de todos os cantos do Brasil e de fora do país também. É muito en dehors por metro quadrado!
       Esse é o meu terceiro ano no evento, dançando nos palcos abertos e fazendo cursos, sem contar apreciando as lindas apresentações dos competidores à noite.



       A rotina é frenética! Acordar às 7h da manhã, curso de manhã, apresentações à tarde e as competições à noite. A gente literalmente saía cedo e voltava só no fim do dia para a casa. Nos últimos dias cada centímetro do corpo dói de tanta dança, mas vale a pena cada instante e cada conhecimento absorvido.


        Fazer curso na escola Bolshoi é um sonho pra qualquer bailarina! Entrar naquelas salas todas espelhadas com o piso perfeito e piano (ah, o piano!) te faz realmente viver um conto de fadas bailarinístico.

        Sem contar as pessoas que conhecemos! Eu e a Niara (minha companheira de aventura) nos enfiamos em uma rodinha onde eles estavam brincando de algo muito legal pra aprender a brincadeira. Fomos aplaudidas por todos :D ahaha



          Pra você que tem curiosidade de saber como é, nós gravamos tudo em um vlog e você pode ver os lugares, os palcos e um pouco da rotina. Confira:




          Se você é bailarino e pretende ir ano que vem, aqui vai algumas dicas:


  • Faça cursos! O curso, de tudo, é o que mais vale à pena. Dançar nos palcos abertos é legal (no principal então, é uma emoção sem fim), mas não perca a oportunidade de absorver conhecimento novo. Aquelas salas são mágicas, acredite em mim.
  • Leve dinheiro para gastar na feira da sapatilha. Lá você vai encontrar sapatilhas de ponta por R$30,00. Sim, exatamente isso!! Se der sorte de achar seu número e modelo, se joga! A feira é bem estilo feirão ponta de estoque MESMO, tem muita coisa boa, muita coisa mais ou menos, muita coisa barata e coisa cara também. Em geral, os preços são menores que nas lojas e chega a bater até o preço de fábrica, dependendo da peça. Então, separe uma grana para renovar seu guarda-roupa bailante. 
  • Adquira uma bolsa que dê para distribuir o peso nos ombros. Aquelas bolsas que pesam um lado demais não são ideais, isso porque provavelmente você não vai ter tempo de voltar para o hotel ou para a casa onde está hospedado e terá que levar tudo o que precisa nesta bolsa. Se for dançar então, terá que carregar maquiagem e figurino. Pense em um facilitador para carregar tudo isso. 
  • Reserve tudo com antecedência. Não deixe a reserva do hotel ou da casa para a última hora. Geralmente os grupos reservam um ano antes e acaba tudo muito rápido. Se planeje e já  faça suas reservas para pegar coisa boa, barata e próximo ao Centreventos (tudo se concentra lá).
  • Fique atento ao site. Assim que os cursos forem liberados, corra pra comprar no MESMO dia. Se deixar para amanhã já acabou. O mesmo vale para os ingressos das noites de espetáculo. Para pegar os melhores lugares, tem que ser ligeiro (kkk).

5 de agosto de 2016

Um dia de alegria na UOPECCAN com a Cia Despertando Leões




    "Era cedo. Bem cedo. Yachal acordou, ainda sonolenta, mas já cheia de expectativa. A missão do dia era especial e ela sabia. Preparou seu café da manhã repleto de maçã e uvas verdes e vestiu-se de esperança. Cintilando sorrisos e transbordando alegria, saiu ao encontro dos novos amigos que faria na UOPECCAN de Umuarama. Levando consigo a mensagem da esperança, ligou para seus amigos da Fé e certificou-se de que o Amor não faltaria. Andaram juntos, de mãos dadas. E quantos sorrisos conseguiram arrancar."

    No último dia 22 nós tivemos o privilégio de ir com a Cia Despertando Leões alegrar o dia das pessoas que estavam na UOPECCAN. Nos vestimos de fé e fomos cheios de amor. Foi um dia lindo e uma alegria contagiante que vivemos! Filmamos tudo num daily vlog bem gostoso pra vocês assistirem. Clique aqui pra ver!




     Percebemos a importância da família estar próxima de quem está passando por um tratamento assim, faz toda a diferença e dá força pra que eles continuem. E esse vídeo é também para dar esperança ao coração de quem precisa. Eu sei que a luta é árdua, mas Deus é conosco em todo tempo, creia nisso. Ele levou sobre si as nossas doenças e é capaz de nos curar e dar tudo o que precisamos. 
       Espero que vocês gostem desse vídeo que foi feito com muito carinho para te alegrar :)

19 de julho de 2016

Cinema: Como Eu Era Antes de Você


     Um dos filmes de romance mais esperados desse ano, inclusive por mim, foi "Como Eu era Antes de Você", adaptado do livro com o mesmo título da autora Jojo Moyes. Estava tão ansiosa para assisti-lo que assim que tive a oportunidade não esperei qualidade boa nem o Vini (e ele ficou super bravo comigo, diga-se de passagem, rs). Bom, então vamos falar um pouquinho desse filme hoje, que tal? ;)


FICHA TÉCNICA

Título Original: Me Before You
Direção: Thea Sharrock
Elenco: 
Emilia Clarke (Game of Thrones), 
Sam Clafin (Jogos Vorazes, Simplesmente Acontece)
Ano: 2016
Trailer: Aqui



O FILME


"Se esforce. Não se acomode. Apenas viva."
     Louisa Clark tem um coração enorme, pensa sempre nos outros antes dela mesmo. Com um estilo excêntrico, desfila sorrisos por onde passa. Veio de uma família pobre e é completamente acomodada com a vida que leva. Em contraponto, Will Traynor é um aventureiro, rico, bonito e com a vida dos sonhos. Um grave acidente transforma sua vida completamente e ele se vê perdendo todas as coisas boas que tinha. Seus destinos se cruzam quando Lou perde o emprego e, precisando de algo novo, acaba como cuidadora de Will. De princípio, eles são completamente opostos. A alegria constante de Lou faz contraste com o sarcasmo amargo de Will, sua inteligência e experiências fazem Lou parecer uma criança boba e sem cultura. Will está decidido a fazer a vida da garota a mais difícil possível para que ela desista, já que ele não vê mais sentido em sua própria vida e afasta todos os que tentam se aproximar. Vocês podem imaginar o que acontece, não é?
     O filme aborda temas delicados e que causaram muita polêmica, mesmo na época do lançamento do livro e agora retornou, graças ao fortalecimento da franquia por causa do filme.

15 de julho de 2016

Tem na Netflix: Gilmore Girls




    Oi gente, tudo bom com vocês?

  Hoje está um clima delicioso de chuva aqui em Umuarama e me trouxe toda uma atmosfera nostálgica. E pra aproveitar esse clima, eu comecei a reassistir uma série da minha adolescência, que inclusive eu mencionei no vídeo passado, e a grande novidade é que agora ela está disponível na netflix!  #mortadeamores

   A série é Gilmore Girls, ou, aqui no Brasil, Tal Mãe Tal Filha. Vamos falar um pouco dela:


FICHA TÉCNICA

Ano: 2000 - 2007
Temporadas: 7
Criada por: Amy Sherman-Paladino
Estrelada por: 
Lauren Graham (Parenthood) 
Alexis Bledel (4 Amigas e um Jeans Viajante, Como Não Esquecer Essa Garota)
Tema de Abertura: Where You Lead I Will Follow



A SÉRIE


    A história gira em torno da vida das Gilmore, Lorelai, uma mãe solteira de 30 e poucos anos e Rory, sua filha adolescente, que vivem em uma pequena cidade chamada Stars Hollow. Os episódios exploram temas de amizade, relacionamentos amorosos, vida profissional, conflitos sociais, raciais e de gerações.  

   Tudo começa quando Rory é aceita em uma escola particular muito boa, porém muito cara. Lorelai se vê obrigada a pedir ajuda a seus pais, que são da alta sociedade, mas eles não se dão bem há anos. Os avós de Rory topam ajudá-la, com a condição de que Lorelai firme um compromisso de toda sexta à noite: um jantar em família na casa dos avós para que eles participem mais da vida da garota.

  O Richard, pai da Lorelai, até que é legal, mas a Emily (a mãe) é chatíssima, autoritária e mandona. Lorelai odeia se mandada, elas não se dão nada bem. Você já deve imaginar como são esses jantares, né?



      Tem também o Luke (Scott Patterson), o salvador da pátria, dono de uma cafeteria ajeitadinha, lugar favorito das meninas, que são viciadas em café. Ele é do tipo bruto, mas que se preocupa com todo mundo antes dele mesmo.
      Outra personagem importante de destacarmos é a Sookie, melhor amiga da Lorelai, interpretada pela linda Melissa McCarthy, de Mike and Molly, Uma Ladra Sem Limites, A Espiã Que Sabia de Menos etc. Na série, ela é uma cozinheira de mão cheia (mas bem desastrada), grande parte da vida das garotas Gilmore.



     Ao longo das temporadas, nós acompanhamos a luta de Rory para entrar na Universidade e de sua mãe para ajudá-la, além das reviravoltas amorosas de ambas, laços de amizades sendo criados, outros fortalecidos e todos os conflitos da vida de uma adolescente em transição e de uma mãe nova, amiga e muito batalhadora. Ambas faladeiras, espivetadas (Lorelai mais que Rory), elas nos garantem ótimos risos.



    A trilha sonora da série é deliciosa, toda no estilo country pop, aconchegante e tranquila, como a própria abertura já indica. 


REVIVAL

   Agora uma novidade muito legal! A netflix, além de ter disponibilizado as temporadas para nós, também anunciaram o RETORNO DA SÉRIE. Sim, isso mesmo, meus caros!!! As garotas Gilmore retornarão! Mas para um revival. A série se chamará Gilmore Girls: Um Ano Para Recordar e serão 4 episódios de 90 minutos que, a princípio, terão os nomes das estações, Inverno, Primavera, Verão e Outono. Ainda não temos uma data de estreia, mas já temos um cartaz de divulgação: